Yoga e Meditação para melhorar a vida dos funcionários
geral@crisom.pt
(+351) 913932006
Segunda a Quinta 10h - 13h | 15h - 20h

Yoga e Meditação para melhorar a vida dos funcionários

“Surpreendente foi o impacto da medida no desempenho da empresa”

O mantra da produtividade (Foto: Divulgação)

Mark Bertolini, aos 58 anos está no comando da seguradora de saúde Aetna, uma das cem maiores empresas dos Estados Unidos, ele não tem o hábito de usar gravatas. No lugar do acessório, exibe um amuleto de metal grafado com a palavra, em sânscrito, “soham”. O termo – também tatuado em suas costas – significa “eu sou isso”. Segundo o executivo, a repetição mental desse mantra ajuda-o a controlar a respiração durante a prática de meditação e simboliza uma “conexão divina” com o universo.

Bertolini sofreu um acidente em 2004. Ele caiu enquanto esquiava, fracturou cinco vértebras do pescoço e rompeu a ligação dos nervos entre o braço esquerdo e a medula espinhal. Passou por cinco cirurgias e sentia dor a todo o momento. Para amenizar a dor tomou remédios, mas também recorreu a tratamentos complementares, incluindo a yoga e a meditação. A dor não passou com essas práticas. Mas a maneira de lidar com ela mudou. A meditação ajudou-o a atenuar a sensação de desespero que as lesões e dores lhe davam.

Bertolini resolveu compartilhar as práticas de yoga e meditação com os colegas de trabalho. Disponibilizou, na empresa, aulas de yoga e meditação para os funcionários e clientes. Dos 50 mil empregados, mais de 13 mil participaram das atividades – e muitos reconheceram os benefícios gerados por elas. De acordo com pesquisas médicas da empresa, houve uma diminuição de 28% no nível de stress dos trabalhadores que aderiram à meditação ou à yoga. Essa turma também notou uma melhora na qualidade do sono (20%) e as queixas por dores em geral também caíram. Através de um questionário que avalia a habilidade das pessoas em permanecer concentradas em uma tarefa, foi constatado um aumento de 62 minutos por semana na produtividade. E isso por pessoa. Segundo a empresa, esse tempo adicional representou uma economia de US$ 3 mil por funcionário ao ano.

A empresa também teve seus ganhos. Em 2012, as despesas com tratamentos médicos diminuíram 7,3% por trabalhador. Esse montante resultou em uma economia de US$ 9 milhões.

FONTE: http://epocanegocios.globo.com/Inspiracao/Carreira/noticia/2015/07/o-ceo-que-usou-ioga-para-melhorar-vida-dos-funcionarios.html

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Morada:
Rua João Simões Costa - Aveiro
Telefone:
(+351) 913932006
Email:
geral@crisom.pt